Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

São só poemas

imagesCAROXHNR

Não são

sequer

murmúrios

 

São pensamentos soltos

palavras silenciadas

atiradas aos ventos

 

Palavras que poderão passar

de mão em mão

e dar volta à Terra

 

Pombas de paz

borboletas de ilusão

quiçá falcões de guerra

ou de outra obscena miséria

 

São flores

antúrios perfumados

arrulhos enamorados

 

São palavras perfumadas

trabalhadas

com dores

amores

e dilemas

 

São só poemas

 

^^^^

2 comentários:

  1. Querido amigo dos olhos claros, Henrique Pedro,
    Andei dando uma olhada no seu espaço e quero lhe dizer, que muito me orgulho em ter vc como meu amigo! Vc é um brilhante escritor, meu querido. Parabéns!
    Hoje estou feliz pois levei meu livro para a editora e dentro de 2 meses eu farei o lançamento do meu 1º livro.
    Beijos em seu coração,
    Sua amiga do além mar,
    Martha

    ResponderEliminar
  2. ... e os ventos levaram até aqui seus
    "pensamentos soltos
    palavras silenciadas"
    para aliviar meu cansaço.

    Agradeço o poema e o seu autor.

    Abraço, Manuela

    ResponderEliminar