Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Melhor é amar sem dar pelo tempo passar




As folhas do calendário
são o nosso fadário

Registam os dias
os meses e os anos
as alegrias
os enganos
o sofrimento

Os relógios contam as horas
as demoras
da felicidade a chegar

Não há tempo a perder
melhor é esquecer
parar de sofrer
e amar
sem dar  pelo tempo
passar

(FELIZ 2013)


^^^^

domingo, 30 de dezembro de 2012

A minha ambição maior




A minha ambição maior
é expressar
este poema permanente
que trago no coração
desde sempre

Ousar
não morrer
sem antes alcançar
a iluminação

Fora da disputa
demente
da política e do poder
da história e da glória
da própria religião
se necessário for

Com prioridade absoluta
Para a verdade
e o amor

^^^^

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Quando a Língua floresce em palavras




Quando a Língua floresce em palavras
dá  frutos que são poemas

Muitas vezes envoltos em mil dilemas
em desejos que assomam à flor da pele
em suores frios de angústias e medos
que enquistam em penedos
obscenos
na Razão
e se transformam em instrumentos
de opressão

Mas eu quero que a minha poesia
seja libertária
de libertação

Que seja poesia de amor e de alegria
que floresça na serra como a urze
e o rosmaninho
que perfumam o caminho
e defendem os solos da erosão

Que enfeite os campos como a candelária
e rasgue com luz
a escuridão

***

domingo, 23 de dezembro de 2012

A vida é o que é




A vida nem sempre é assim tão triste

Tem momentos de grande
e de pequena tristeza
horas de desmedida alegria
dias em que amamos
e rimos
outros em que choramos
e ainda outros em que…
ia a dizer odiamos…
…mas que palavra obscena!

E também há momentos em que a vida
é bem mais amena

A nossa vida é o que é!

Ora triste
ora alegre
mais ou menos
assim, assim

Como o tempo
que ora faz sol
ora chove
ou troveja

Mas a nossa vida é sobretudo breve
muito breve

Por isso a felicidade será
aquilo que quisermos que seja
desde que mais dure
na sua finitude

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Cinza de recordação



Olho a lareira acesa
de coração ao fogo exposto
as labaredas lambem-me o rosto
com seu morno calor

As raízes que ardem
e me aquecem sem me queimar
são lembranças de amantes
que me enlaçam
inebriantes
e uma após outra me vêem beijar

São labaredas de lembranças
quimeras de amor
que aparecem
aquecem
e logo se esquecem

Estendo-lhes a mão
ainda assim
sem dilema
para as acariciar

E guardo para mim
o poema
a cinza da recordação

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

A minha proposta de Amor é amar




Igual a amar
só é
ser-se amado

Mas mais importante do que olhar
é ver

do que escutar
é ouvir

do que tactear
é sentir

do que saber
é entender

do que ter prazer
é ser feliz

E de amar não se desiste
ainda que o amor
nos possa levar à dor
à abstenção de tudo
e de toda a paixão

Porque
mais importante que a vida
é a Iluminação
a minha proposta de Amor
é amar

^^

domingo, 16 de dezembro de 2012

Instantes que se distendem em Eternidade

imagesCAOCSF66

Surge leve

graciosa

como uma rosa

que breve acaba de despertar

 

Traz os pulmões perfumados

da doce fragrância da tília

agora florida em flor doirada

e o hálito fresco

mentolado de madrugada

 

Sorri-me

alegre e sensual como a romã

que ao sol se abre pela manhã

 

Não resisto à tentação de a beijar

mesmo à frente de toda a gente

 

Envolve-nos o etéreo halo do amor

é o seu perfume que inalo

como se fora uma flor de verdade

 

O meu cérebro reage

ao teu encanto corporal

e a alma não fica indiferente

a tanta beleza e suavidade

 

Logo ao primeiro beijo

ao terno abraço do desejo

alcançamos a espiritualidade

 

O equilíbrio natural

em que os corpos se prologam pelo espírito

e os instantes se distendem

em Eternidade

 

^^

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Ouço as suas mãos a bater no teclado

images

Se forçoso continua a ser

a vida nos separar

suposto seria não sofrer

e nem sentir saudade

tantos são os meios de comunicar

de distrair

quiçá

olvidar

 

Ouço suas mãos a bater no teclado

apressadas

do outro lado do mar

e fico quedo

calado

com as minhas paralisadas

por não as poder a delas acariciar

 

Ouço a sua voz com efeito estereofónico

e fico afónico

de saudade

 

Vejo a sua imagem

com resolução ímpar

e agrava-se a saudade

por não a poder tocar

 

Respiro fundo

não sinto o seu perfume

arde em mim o lume

da saudade

 

Desejo o seu abraço

noto que o espaço da separação

continua a ter a mesma dimensão

 

^^

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Um poema que não seja só poesia

imagesCAQ21AHG

Sou um poeta menor

por fora

mas imenso por dentro

 

Tanto que confesso ao vento

ambicionar escrever um poema

de um só verso que seja

mas no qual se reveja

com verdade

toda a Humanidade

 

Um poema para cada ser

individual

que vá directo ao seu endereço postal

 

E que seja lido

e sentido

independentemente da sua condição

cor

religião

ou partido

 

Um poema que dê ânimo

magnânimo

que não seja só poesia

que lance esperança e alegria

que mate a fome

vença a solidão

e sare a dor

 

Um poema com uma palavra

pequena

que muito me apraz

a palavra PAZ!

 

E com outra um pouco maior

de tamanho

mas infinita de valor

a palavra AMOR

 

^^

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Que outro ar? Que outra água?

imagesCAVJE4LG

Poluímos o ar

e a água

 

Corrompemos a verdade

viciamos o amor

 

Impomos a mentira

a dor

a fome

o ódio

o vício e a guerra

destruímos a Terra

 

Estamos à beira de nós autodestruir

 

Que outro ar

poderemos nós inventar

para respirar?

 

Que outra água

poderemos nós conceber

para beber?

 

Que outro sangue

poderemos nós gerar

para nos alimentar?

 

Que outra Verdade

poderemos nós estabelecer

para nos governar?

 

Que outro amor

poderemos nós idealizar

para amar?

 

Que outra Terra

poderemos nós encontrar

para viver?

 

Apenas nos resta redescobrir

a limpidez da água

a leveza do ar

a força da verdade

a pureza do amor

a beleza da Terra

para sobreviver

 

Fundar uma nova Civilização

de Paz e Amor

em nosso coração

 

^^

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O sentido maior da vida é a alegria

imagesCAXSRMKT

Sinto que toda a dor me é exterior

e que a alegria me é interior

 

Por isso procuro uma alegria maior

que todas as pequenas alegrias

do dia-a-dia

 

Uma alegria sem igual

a alegria espiritual

 

Que definitivamente me ilumine a mente

me alegre o coração

e me anime o corpo

 

Uma alegria que sopre um sopro de felicidade

um vento forte de verdade

sobre o mundo em redor

 

Sinto que o sentido maior da vida

é a alegria

 

Não o prazer

o sofrer

a sorte

a morte

ou a louca idolatria

 

^^

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Mataram o Marão

images

A bem da Nação

mataram o Marão

 

Já lhe haviam retalhado a pele

furam-lhe agora o coração

 

Oh que futuro cruel!

Para lá do Marão

já demandam os que lá estão

 

Trás-os-Montes já não é o que era

uma nova era se espera

 

Melhor será?

Quiçá?

 

A bem da Nação

mataram o Marão

sem compaixão

morte que o progresso outorga

 

Teme e treme a Natureza

o Reino Maravilhoso de Torga

em seu esplendor e beleza

freme a pátria de Pascoais

o Douro de Garret e Junqueiro

acama

 

Enublam-se os luares de Janeiro

os amores de Trindade

entristecem

as almas esmorecem

o culto da verdade

perde a chama

 

Fenecem Terra Quente e Montanha

oh que saudade

que revolta tamanha!

 

A bem da Nação

mataram o Marão

 

A sua lenda não matarão

não!

Jamais!

 

^^

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Ser poeta, a meu ver

imagesCALB4QKP

Ser poeta, a meu ver

não é ser maior

ou menor

que ninguém

nem ter poder

sobre alguém

 

Ser poeta

é sentir as agruras da vida

mesmo sem as viver

 

É amar

é sofrer

é tudo fazer com poesia

é cantar com alegria

mesmo se canta a chorar

 

Ser poeta

é morar no Universo

ser mais ágil que o vento

e mais forte que o tempo

 

Ser poeta

é ter o amor por emblema

e a verdade como lema

gravados a luz

no verso

e a fogo

no poema

 

^^

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Com uma mulher como tu, Belkis

untitled

Com uma mulher como tu

Belkis

apenas tenho jeito

e sei

falar de amor

 

Mesmo se para converter

em prazer e alegria

a dor

que trago no peito

 

Com uma mulher como tu

Belkis

mais real e doce

se torna a fantasia

 

Apenas com uma mulher como tu

Belkis

tem sentido a poesia

 

^^

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Refugio-me no infinito

imagesCA9GJGVD

Levantavam-se brisas

mansinhas

de enamoramento

quando o sol se punha no horizonte

bem defronte do nosso olhar

 

Sopros de pensamento

que despetalavam as flores

e tudo perfumavam

em redor

 

Sopros de amor

ao sol por

que nos desnudavam as almas

e acalentavam calmas paixões

em nossos corações

 

Sopros de desejos

contidos

irradiados dos olhos

exsudados das mãos

dadas

e dos lábios floridos

em beijos

 

Hoje

só vejo fragas, giestas, abrolhos

seja a que hora for

 

e sem ti

no mesmo sítio

desde o nascer ao sol por

refugio-me no infinito

 

^^

domingo, 2 de dezembro de 2012

O equívoco da felicidade

images

Vista do lado de fora

a felicidade

chama-se alegria

 

Por dentro é contentamento

 

Pode ver-se num olhar

num sorriso

numa imperceptível expressão facial

num abraço

num aperto de mão

no bater do coração

 

Até numa lágrima

num embaraço

ou noticiada nalgum jornal

também

 

Muitos a procuram

hoje em dia

porém

nos bares

nos estádios

no sossego dos lares

na religiosidade de um templo

ou até na aspereza da Natureza

 

Poderá andar por aí, sim

mas não é aí que a felicidade

se encontra, na verdade

 

É dentro de nós que a devemos procurar

e só nós a poderemos despertar

 

^^