Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Ejaculação de alegria

imagesCAOXMB5N

No céu cerúleo raras nuvens róseas assinalam o ocaso

ainda mal o Sol se escondeu no horizonte

 

A brisa fresca perfuma-me por dentro com o aroma das tílias floridas

 

Trago as mãos calejadas

odoradas do alecrim que ladeia o caminho
o espírito ustulado de soledade


Não encontro espaço no Cosmos

que me contenha

nem o Cosmos cabe dentro de mim


E assim me extravaso

em ejaculação de alegria

para fora do Cosmos

que se verte para dentro de mim

 

Por virtude da oração

na quietude do fim do dia

jaculatória de poesia

 

Vale de Salgueiro, quarta-feira, 16 de Junho de 201020120809

Henrique A. Pedro