Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

No imo de mim

imagesCAGAVPZ2

No silêncio absorto

de meu cérebro

no sopro sáfaro

de meu coração

o meu “eu”

é ainda embrião

 

No âmago do meu corpo

ébrio

a minha alma se acomoda

e se acalma

 

No imo de minh'alma

o meu espírito

espreita

 

O corpo me prende à Terra

ao Cosmos

e aos meus

a alma me liga ao Além

 

O espírito me envolve

e devolve

a Deus

 

*****