Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

sexta-feira, 8 de março de 2013

A paixão segundo Platão




Sentei-me de costas para o Sol
sob o caramanchão de buganvílias perfumadas
com ideias estudadas
projectando em Eunice
que me olhava de frente
a sombra da minha paixão

Assim seus lábios carmim
melhor se abriam para mim
acesos em desejos de beijos
embora o seu olhar de deusa
a sua voz maviosa
o seu rosto cor-de-rosa
irradiassem apenas pureza

Líamos o Livro VII da República
retendo-nos no Mito da Caverna
em procura de uma interpretação moderna
original e amorosa

Foi assim que encontrei uma leitura diferente
vendo Eunice  reclinada
bela
sentada à minha frente

Inspirado pela luz da sua formosura
certamente
que nenhum prisma passional refractava
e que me iluminava
com ternura
enquanto que a sombra
que eu sobre ela projectava
não vinha directa do Sol
tinha origem em mim

Era o reflexo da minha paixão
o revérbero do meu amor-próprio
refractado em todas as cores
do espectro do egoísmo
e que se irisava de desejo
ciúme
vaidade
posse e domínio

Mas de Eunice eu recebia
a luz pura do Amor
e da Verdade
que trespassava a limpidez do seu coração
por isso Eunice
não entendia bem
Platão

Não lhe revelei os meus pensamentos
na altura
para não ter de a fazer corar
e para eu não me envergonhar
de tão ousada inventiva

Por isso só agora
que já me não liga a Eunice o desejo
que só raramente a vejo
e já não projecto nela  a minha sombra lasciva
mas a amo de verdade
lhe remeto esta poesia

Certo de que a receberá ainda a tempo
de ensinar aos seus alunos de filosofia
que a luz de que Platão falava
na sua genial alegoria
era a luz do Amor

Enquanto que a paixão
é a sombra do amor-próprio
a ilusão
irisada
refractada
nos prismas do coração

^^^^

5 comentários:

  1. Bom dia, Henrique Pedro!

    Tive a dar uma vista de olhos pelo seu Poemário, e gostei muito do que vi, Especialmente deste seu último poema.
    Pois eu aqui no blogs sou só José
    No facebook sou José Filipe.

    Tenha um bom domingo
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, amigo José pela visita e pela apreciação.
      Abraço

      Eliminar
  2. OLÁ HENRIQUE

    DESEJOS DE UM BOM FIM DE SEMANA!!!

    É...PARA MIM... PAIXÃO É EXPLOSÃO
    ILUSÃO IRISADA!!!
    MAS NÃO SERÁ APENAS SOMBRA...
    ELA EMPURRA E SOBE O AMOR PRÓPRIO!!!

    XAU LÍDIA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lídia

      Neste poema, e em todo o meu pensamento, a paixão, enquanto sensualidade não é amor puro. Não passará de uma sombra...
      Obrigado peça presença e comentário.
      Felicidades plenas.
      Abraço

      Eliminar
  3. Eunice... Mulher privilegiada.
    Com carinho desejo-lhe uma boa semana!
    Fátima

    ResponderEliminar