Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

sexta-feira, 29 de março de 2013

PAZCOA





Apenas sei de Jesus
o que a História me ensina
mas a luz da Sua doutrina
que me ilumina o coração
neste tempo de perturbação
em que o mundo desespera
ganha cósmica dimensão

É o Cristo do Advento
o Cristo de quem espera
do amor que não esmorece
da Páscoa que acontece
em cada Primavera

É o Cristo da Kenose
o Jesus da Parusia
dádiva total
de Amor e alegria

É o Deus de quem resiste
e de amar não desiste
nem de em paz viver

É a fé verdadeira
a esperança derradeira
de que um dia
deixaremos de sofrer
e libertos de todo o mal
havemos de nos salvar




3 comentários:

  1. HENRIQUE OBRIGO PELO SEU ENVIO!!!
    DESEJOS IGUALMENTE DE PASCOA FELIZ!!!

    LÍDIA

    ResponderEliminar
  2. Que lindo,lindo,poema,henrique pedro!e muito telúrico,o que me agradou
    Que as suas palavras ,soltas,interpretando,qual dança cósmica,intemporal,desenhem imagens de luz,que nos iluminem;será então,a hora do despertar!e o início de uma nova civilização,quiça mais transparente,surgirá!!
    aquele abraço,poetico,
    para si,e sua família,
    da,
    maria das dores

    ResponderEliminar
  3. Conceição Baptista5 de abril de 2013 às 14:25

    Lindo e sentido como sempre!
    Só quem o não conhece é que pode pensar que a sua poesia é fantasia!
    Eu sou sua primeira fã desde que o conheci e me deliciou com os seus discursos de grata memória.
    Sãozinha

    ResponderEliminar