Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Amo-a quando…




Amo-a quando…
a olho
lhe falo
a desejo
a afago
a beijo

Quando grito ao vento
a minha paixão
e sem remissão
lhe declaro o meu amor
para todo o tempo

Amo-a quando
sonho o futuro de sonho
com ela
quando nos amamos
ou sofremos em comum

Quando sinto as suas dores de parto
quando dela me aparto
a sofrer
mas forte bate o coração
e sem razão
sinto medo de a perder

Amo-a quando escrevo versos
sentidos
mas banais
como estes
que
só porque a amo
são para mim
poemas geniais

4 comentários:

  1. bela declaração de amor em forma de poema, adorei amigo poeta, beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que lindo, amei simplesmente porque ama ...
    Ame sempre...

    ResponderEliminar
  3. Passando para me abastecer de poesia.

    ResponderEliminar