Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

terça-feira, 18 de junho de 2013

Introdução ao amor digital



Há agora um novo modo de amar
de fazer amor à distância
de forma interactiva
e iterativa
sem contacto corporal
em formato digital
virtualmente virtual

Uma nova técnica de amar
em que os dedos da mão
são usados para teclar
e mover o rato
não para afagar os cabelos
tactear o corpo
ou sentir o bater do coração

Muito menos para titilar o clítoris
ou os lábios
como na forma de fazer amor convencional
analógica
animal

É amor cibernético
electrónico
“Webico”
“Internético”
que nos põe a voar por sobre os oceanos
planeta fora
cosmos além

Numa fantasia surreal
sem mal ou bem
que excita o corpo e o espírito
de forma informal

Mais facilmente os amantes se desnudam
à frente do monitor
se aproximam ou afastam ainda mais
sem condição
rompem as regras sociais
cometem a traição
virtualmente
sem causar dor

Mas…
Que poderá dar este amor
sem constrição
para que seja um amar de verdade?

…Tudo o que cada um tiver
para dar

em seu coração.

3 comentários:

  1. Muito interessante este amor digital que promove o encontro de corações à distância, com momentos de alegria e prazer....abraços poéticos, guida

    ResponderEliminar
  2. Amor digital... esse também será que faz sofrer???
    Adorei teu poema... Parabéns!
    Já ando por aqui te seguindo.
    Como diz o poeta: "Beijos poéticos"!

    ResponderEliminar
  3. É um amor diferente... e com certeza é igual a todos , traz sofrer para o coração!!!
    A traição é mais fácil pois além da tela tudo que se quer se pode...
    Seu poema é fantástico... Muito gratidão por sua amizade ...
    pelo poema ...a braços na alma já que estamos tão distantes ...

    ResponderEliminar