Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Uma amante por Estação



Tão pródiga é a nossa Mãe Natureza
Que em cada época a todos avia
Com flores e frutos da maior beleza
Que enchem as nossas vidas de alegria

Mas se houvesse uma maior justeza
Para o homem viver com mais harmonia
Teria as mesmas benesses, com certeza
Mas mulher mais ajustada por companhia

Uma amante distinta por Estação
De corpo e alma adaptada ao clima
Sendo leve, fresca, airosa no Verão

Com a Primavera, a romântica rima
No Outono, convém, o fogo da paixão

Já no Inverno, a fogosa, mais anima

Sem comentários:

Enviar um comentário