Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Amor, simplesmente.



Sem tempo
nem vento

Aberto
discreto

Silencioso
delicado
deslumbrado

De sorriso suave
solidário
comprometido
sem se comprometer

De caminhar amoroso
de mão dada
sem dizer nada
e tudo dizer

De desfrute
com delite
do leito conjugal
na obscuridade da sensualidade
serena
do corpo
e da mente

De amar caloroso
terno
eterno
fraternal

Delicado como uma flor
mais forte que a dor

Amor simples
simplesmente


Simplesmente amor

1 comentário:

  1. Querido Poeta,
    O amor é um diamante multifacetado com um número praticamente infinito de faces.
    A gente fala de amor como se soubesse o que isso significa.
    Ninguém sabe, porém todos sentem que, afinal, amor é... simplesmente amor.
    Um poema leve e intenso, ao mesmo tempo.
    Gostei muito.

    Abraço
    Manuela

    ResponderEliminar