Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

sábado, 7 de dezembro de 2013

Coisas que sinto que não sei o que são



Há coisas que sinto
e que não sei o que são

São infinitas formas de angústia
sonhos
ilusões
pesadelos
dúvidas
desejos
outras tantas tentações

São estranhas formas de dor
e de sofrer
vontade de matar
e morrer
desejos de aniquilar
ódios e paixões

Tantas coisas eu sinto
que não sei o que são

Uma só forma de amor
e amar
têm lugar
de verdade

no meu coração

2 comentários:

  1. Estimado Amigo e Ilustre Poeta, Henrique Pedro
    Um pensamento profundo.
    Amor, é o nível ou grau de responsabilidade, utilidade e prazer com que lidamos com as coisas e pessoas que conhecemos.
    A palavra amor (do latim amor) presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação. É tido por muitos como a maior de todas as conquistas do ser.
    Por eles nós vivemos.
    Abraço amigo, votos de óptimo domingo.

    ResponderEliminar
  2. É um prazer receber notícias suas, amigo António. Obrigado pela amabilidade das suas palavras. Desejo-lhe um Santo e Feliz Natal. Abraço

    ResponderEliminar