Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Éter e eternidade




Nem sempre só
e em silêncio
me sinto em solidão

Ruídos remanescentes
impedem-me de acordar
do vivo torpor
que é a vida

Os afectos que me ligam ao mundo
impedem-me de mergulhar
mais fundo

Ainda assim, no silêncio
melhor ouço o coração respirar
e o espírito mais livre a arfar
de amor

Mas só no silêncio
e na solidão
conheço o sucesso
e tenho acesso
ao meu ser

Só em silêncio
e na solidão
navego no éter
rumo a eternidade

^^^^