Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Aqui tão perto de nós, o Além




Não é além
para lá do horizonte
o Além

É já ali
ao virar de uma esquina da vida
numa avenida perdida
na angústia
e na ilusão

É a norte da morte
a sul da saudade
no oriente da esperança
exactamente a poente
na paragem do coração

Todos lá chegamos
ao Além
velhos ou novos
trôpegos
sôfregos
à velocidade do avião

É destino de toda a gente
inexoravelmente
o Além