Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Amarei no seu mar de amor



O seu coração
era uma ilha
no mar da minha solidão

Onde eu poderia amarar
para a amar
sem temor
mas não sabia

Oh, como fui demente
não a vendo
sofrendo
de amor
por mim
entre tanta gente!

Mas agora que a vejo
e desejo
e a sei pura
e linda
e a sua candura
me encanta
amararei
por fim
nesse seu mar de amor

E a amarei
assim
para sempre

Terna

e eternamente