Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

sábado, 27 de julho de 2013

Apascentando estrelas com o olhar



Alcanço
por fim
o topo da colina
espaço a mim circunscrito

O aroma do alecrim que ladeia o caminho
trazido pela brisa
penetra-me  o espírito

A Lua
ali está
esplendorosa
cheia
cristalina

Pousada no horizonte
ao alcance da mão
a tocar-me o coração
já com estrelas a cintilar
em seu redor

O som estridente das cigarras
é agora ensurdecedor

O Sol
que espanta as estrelas
durante o dia
à noite deixa-as viver

E empresta luz à Lua
para a Lua derramar
em luar

Deixo-me por ali ficar
apascentando estrelas

até o Sol nascer