Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

As estrelas



Vivo no campo
confrontado com o encanto
do Cosmos e da Natureza
noite e dia

De dia é o Sol
que desde a aurora
com esplendor e beleza
me desafia

À noite são as estrelas
e é a Lua
que de amor estua
e me alumia
de soledade

As estrelas estão lá no Céu
no regaço do Universo
cobrindo todo o espaço
com seu véu
de luz e verso
e espiritualidade

Pequeninas
bruxuleantes
a chamar por mim

Lá no Firmamento
sem fim
a espevitar o meu pensamento

Pequeninas e distantes
a dizerem-me ainda assim
o que nem sei
imaginar


Por mais que ande
só serei
verdadeiramente grande
quando as alcançar