Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Os mais belos poemas de amor são escritos por quem não ama ou nunca amou





Há poemas de amor
quiçá os mais belos
que são textos paralelos
escritos por quem não ama
ou nunca amou
ou
em rigor
a si mesmo se engana

Embora também haja quem escreve
sem saber que o faz
embora sem ser falaz

Vive na ilusão
no desejo frustrado
na esperança sem ensejo
na eterna aspiração
quiçá na simples fantasia
melhor dizendo
não desfazendo
na mais pura poesia

Esta a razão principal
pela qual
há tantos poetas a fingir
para fugir
ou se esconder
a escrever sem querer
tão fantasiosa poesia amorosa
tão imaginária dor
cor de rosa

Quem ama verdadeiramente
sofre inevitavelmente
em seu enamoramento
e nem sempre tem talento
nem tempo
nem vontade
para dar publicidade
ao seu sofrimento