Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

domingo, 16 de março de 2014

Do Coração à Razão



Tudo que é dor
angústia
sofrimento crebro
se me concentra no cérebro

E tudo que é amor
alegria
ou satisfação
me toma o coração

Angustiado
sofrido
fico silencioso
parado
segurando a cabeça com a mão
não vá ela se desprender
cair no chão
e se perder

Mas quando a felicidade me invade
saio a correr
desato a rir
a dar largas à emoção

Daí eu concluir
que a poesia é um rito do Espírito
a fonte da alegria
a ponte que liga

 o Coração à Razão

Sem comentários:

Enviar um comentário