Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Quando a alma me dói



O corpo
quando me dói
dói-me por partes
nunca me dói todo
apenas em parte
me dói

Dói-me um pé
uma mão
o peito
o coração
cada um com sua dor

E quando sinto prazer
também sinto por partes
distintas formas de gozar
cada uma com suas artes

Sinto o tacto
o sexo
o sabor
o olfacto
o ouvido
o olhar

Mas a minha alma
não duvido
quando ama
ou sente dó
sofre e ama inteira
toda
una
verdadeira
porque um só

é o amor