Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Ser-se poeta é um ser-se para o amor



Ser-se poeta
é ser-se anormal
amoral
não conhecer nem o bem
nem o mal

Ser-se poeta
é ser-se inocente
ser diferente de toda a gente
não se ter maldade

É procurar a verdade
sem reconhecer o poder
sentir a dor dos outros
e com os outros sofrer
é ter prazer
sem praticar imoralidade

Ser-se poeta
é um ser-se para o amor

é aspirar à imortalidade