Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

terça-feira, 29 de julho de 2014

Não só no meu peito o meu coração bate



Não só no meu peito
o meu coração bate

Bate em toda a parte
em que ponho os olhos
ou os ouvidos
ou lanço a imaginação
alcance ou não
as coisas
com a mão

Bate em tudo que tacteio
em tudo que toco
com os sentidos
ou simplesmente anseio

Vá para onde eu vá
sempre lá estará
o meu coração a bater
assim
profundo
de permeio
entre mim
e o mundo

Bate também no peito de quem
também tem
um coração por mim
a bater

Bater a marcar o ritmo do meu amar
do meu sofrer
do meu prazer

E tanto assim é
que é minha fé
que mesmo depois de morrer
o meu coração

vai continuar a bater