Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Beijos


 

 


Beijos

           na alma

           nas mãos

           na boca

           no cu

           no coração

           na face

           no rosto

           na testa

           em tudo que resta

 

         Na alma?

         só a alma os dá

 

         No coração?

         não penetra tão fundo a tesão

 

Beijos

          de amor

          de traição

          de verdade

          de amizade

          de bom tom

          beijos beneton

 
Beijos

        da morte

        da má sorte

        bafejos

        harpejos de infelicidade

 
Beijos

       de circunstância

       de primeira instância

       de Judas

       escusas

       antologia

       cinema

       fantasia

       de poema

       

Beijo

beijão

beijinho

público

privado

desdém

carinho

forçado

estudado

repetido

desinibido

 

Abraço

Abração

Abraçadinho

 

Maior é o beijinho

Pequenino

Ternurento

Sem embaraço

Nem lamento

 

São os beiços que beijam

se o beijo é de desejo

mas beija o coração

se o beijo é de dor

ou de amor

 

Beijam os olhos

as mãos

os braços

os lábios

tanto faz

se o beijo for beijo

de Paz

Sem comentários:

Enviar um comentário