Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se. Feliz Ano Novo.

sábado, 9 de janeiro de 2016

Amor, simplesmente amor.









Amo
as árvores que planto
oliveiras, tílias e pinhos
que com enlevo vejo crescer
os animais que me cercam
cães
aves
répteis
que fazem parte do meu viver

Amo, simplesmente
como se de seres vivos se tratasse
as pedras em que me sento
e as que com as próprias mãos
alinho em muros
que bordejam o caminho
de encontro ao vento

Amo, simplesmente
os poemas que escrevo
com enlevo
e amo quem os ler

Amo, simplesmente
a mulher por quem me apaixonei
e os filhos que criei

Amo, simplesmente
a verdade
a poesia
a alegria

Amo
a Humanidade

Amor, simplesmente amor.