Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

O mais certo é eu ser outro




Pus-me a pensar
que eu poderei ser eu mesmo, sim
e não ser mais ninguém

Que poderei ter-me assumido, assim como sou
ainda no ventre de minha mãe

Mas que pode dar-se a coincidência, também
de eu ser outro
em coexistência  com o eu que agora sou

Eu
um outro
ninguém
algum
ou nenhum

Neutro

Pensamento impróprio
para consumo comum

O mais certo, portanto
será
quiçá
eu não ser eu
ser outro
que se ilude a si mesmo
e me engana a mim próprio

Um encanto

Um outro que já fui
mas já não sou

Um outro que poderei vir a ser
mas ainda sou

Um outro que serei se o for

Um outro eu não muitos mais


Sem comentários:

Enviar um comentário