Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Sobre essa mulher nada quero saber



Não quero saber quem é
nem o que faz

É-me indiferente

Não me importa saber se é bonita
inteligente
morena
liberal
grande
pequena
sensual
nórdica
latina
ou arábica

Duvido até que é disléxica
e estrábica
porque mal me vê
e mal me fala

Sobre essa mulher
não me interrogo

Quero lá saber!

Apenas me questiono
porque será que só de a ver

me emociono

3 comentários:

  1. Lindo poeta!
    Sempre gratificante voltar em teu belo blog.
    Parabéns.
    Jane Di lello.

    ResponderEliminar
  2. Agradeço a sua visita, distinta amiga Jane, e a amabilidade das suas palavras. Boas Festas.

    ResponderEliminar
  3. "O amor tem razões que a razão desconhece"!
    Posto isto, que mais há a dizer senão que o teu poema é delicioso de se ler?!

    ResponderEliminar