Seja bem vindo/a. A mesa da poesia está posta. Sirva-se.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

À procura de um nada que tarda




Sou ninguém

Alguém que caminha
ao cair da tarde
por chão atapetado de pétalas
de flores de tílias
perfumadas
à procura dum nada
que tarda

Maior glória ninguém poderá sentir
que derramar paz e amor
por onde passa
se ainda acrescer o silêncio do mundo

Só assim livre
a minha angústia poderá partir
voar
e ser amanhã

Nada mais me poder perturbar
ainda mais

^^^^

2 comentários:

  1. Parabéns querido
    perfeitooooo
    Beijokassss
    Silvana Ruggeri

    ResponderEliminar
  2. Parabéns querido
    perfeitooooo
    Beijokassss
    Silvana Ruggeri

    ResponderEliminar